viscum_album_vert

Viscum album

Em 2017 a medicina antroposófica celebra cem anos de uso do Viscum album, considerando a primeira preparação feita pela Dra. Ita Wegman a partir das recomendações de Rudolf Steiner. Estão disponíveis na literatura muitas evidências de sua eficácia como imunomodulador e também de seu papel na melhora da qualidade de vida dos pacientes, tornando-o o medicamento mais utilizado e pesquisado em oncologia integrativa no presente.

Os extratos de viscum possuem uma grande quantidade de princípios ativos, destacando-se as lectinas e viscotoxinas. Elas são as principais responsáveis pelos efeitos imunomodulador e antitumoral desse medicamento. Em geral, a terapia antroposófica com Viscum album é realizada de forma concomitante com a terapia convencional do câncer: quimioterapia, radioterapia, terapia hormonal, cirurgia ou outros tratamentos pertinentes. Em algumas situações poderá ser utilizado visando provocar a apoptose das células tumorais. Frequentemente é utilizado também como terapia paliativa, com o propósito de auxiliar na qualidade de vida em estágios próximos ao final da vida.

A terapia oncológica integrativa de orientação antroposófica contempla, além do viscum, a euritmia terapêutica,  a terapia artística antroposófica, a massagem rítmica, os enfaixamentos, alimentação saudável e a prática de esportes.

A principal característica em oncologia integrativa na perspectiva da medicina antroposófica é a abordagem individual do caso. Confira esse e outros aspectos relevantes no artigo “Individualized Integrative Cancer Care in Anthroposophic Medicine: A Qualitative Study of the Concepts and Procedures of Expert Doctors”, de autoria de Gunver Kienle e colaboradores, disponível nessa seção.

Resumo Viscum album português

Individualized Integrative Cancer Care in Anthroposophic Medicine: A Qualitative Study of the Concepts and Procedures of Expert Doctors

Viscum album: preparações farmacêuticas para aplicação na terapêutica antroposófica

Helixor (Viscum album L.) na prática clínica: como iniciar o tratamento e encontrar a dose adequada para cada paciente

 

Conheça a Medicina Antroposófica